segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Meu jeito careta de ser

Sinto o pulsar da vida no ritmo
do seu coração.
Vejo a força nos seus ombros alvos
tão firmes como suas pernas torneadas.
Sorvo o ar agitado pelo seu perfume
o seu riso mostra seu estilo.

Aprumo meus olhos para ver
sem igual é sua beleza
...não posso descrever
nem ao menos como seu poeta ou seu amante
mapear seu corpo ou sondar sua alma
cravejada com mil diamantes.

Provo o sabor eterno do amor
ao falar e atento ouvir sua voz.
Corro contra a idéia fixa de segurar sua mão
e em seus braços voar contigo.
Revelo meu jeito careta de ser
ao abrir meu coração e sonhar com você.

Nenhum comentário: